Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 15 de maio de 2012

Você sabe o que foi na vida passada?


Ainda não temos acesso às recordações de vidas passadas por não sabermos lidar com determinadas recordações - não suportamos rever alguns lances sem entrar em desequilíbrio. Pessoas mais maduras tem retrocognições úteis, utilizando-as para melhorar. As vezes somos invadidos por lembranças diluídas que nos desconcertam, imaginem se viessem todos os detalhes! Tudo indica que em casos mais graves de transtornos mentais, porções maiores de lembranças invadem o consciente.

Precisar o que fomos na vida passada, ainda não é possível, mas dá para ter uma ideia. No livro Temas da Vida e da Morte p. 20, Manoel P. de Miranda diz que “As impressões mais fortes das experiências passadas fixam-se no corpo em formação, através de deficiências físicas ou psíquicas, saúde e inteligência, de acordo com o tipo de comportamento que caracteriza o estado evolutivo do Espírito.” Como vimos nosso corpo e nosso estado mental retratam os comportamentos anteriores. Observando nossas características, tendências e aptidões dá para ter uma ideia do que fomos e fizemos. Nosso corpo é saudável ou doente? Somos lúcidos ou confusos? Temos disciplina emocional ou somos descontrolados? Somos apaixonados ou temos aversão a qual profissão? Confiamos ou somos desconfiados na área afetiva? Esses traços dominantes não aparecem de um momento para outro e nem foram estabelecidos na vida atual. E hoje, na vida presente, como somos? Somos desleixados, massificados, seguindo a correnteza sem objetivos? Ou somos atentos à nossa vida, temos uma meta? Você tem a impressão que precisa fazer alguma coisa?
Nossa vida atual é um esboço da próxima vida.

Um comentário: