Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Álcool X Evolução

Certamente a combinação álcool (e outras drogas) e evolução não combinam, porque a evolução leva a expansão consciencial, refletindo na concepção de vida, na compreensão da finalidade existencial, na responsabilidade pela saúde e pela doença, etc. Uma pessoa lúcida não coloca em risco seu corpo e sua existência, porque sabe que todo dano causado em seu soma afetará seu psicossoma ou corpo espiritual, comprometendo tanto a vida atual como a vida extrafísica e a próxima existência. Leia o que diz essa matéria da revista Mente & Cérebro:

O abuso do álcool “...é um padrão de utilização que causa algum tipo de dano à saúde física ou mental do indivíduo, ou mesmo em outras áreas da vida, como a social e a ocupacional, além de conflitos com a lei.
...
Ao atingir o sistema nervoso central, a substância pode causar diversos problemas neurológicos e psiquiátricos, como depressão e ansiedade até problemas irreversíveis de memória, como é o caso da síndrome de Wernicke-Korsakoff, em que há perda da memória recente. Os jovens, cujo sistema central ainda está em formação são mais afetados.
O uso crônico de álcool também pode ocasionar uma alteração denominada neuropatia periférica, caracterizada pela degeneração das ramificações de nervos (braços e pernas), levando a dores e formigamentos bastante desconfortáveis.
É bastante comum a associação do alcoolismo a problemas no fígado, como a cirrose hepática – degeneração ocasionada pela agressão crônica ao órgão, em geral levando à morte quando não é possível realizar um transplante.
...
Os indivíduos dependentes de álcool são, ainda, mais propensos a problemas de impotência e infertilidade, tanto homens como mulheres.” Revista Mente & Cérebro 10/2009

Você tem este vício? Use a soberania de sua vontade para vencê-lo!
Você usa a bebida para se soltar, se descontrair? Isso não elimina sua timidez ou inibição, só sua conscientização vence seus conflitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário